Uso de ultrassom e laser na descontaminação do sistema de canais radiculares: revisão de literatura

Por Administrador

Edição V07N03 | Ano 2017 | Editorial Revisão de Literatura | Páginas 27 até 33

Claudia Luísa Ribeiro Ferreira, Felipe Nogueira Anacleto, Carlos Henrique De Sales Dias Santos, Alexandre Dantas Vieira, Rodrigo Vance

O maior obstáculo para o sucesso do tratamento endodôntico é a eliminação da microbiota instalada. A instrumentação mecânica, bem como as substâncias químicas auxiliares, é utilizada para eliminação dessa microbiota. Além das soluções irrigantes, outras técnicas complementares, como a agitação ultrassônica passiva (PUI) e o laser, estão sendo utilizadas para otimizar a eliminação dos microrganismos. Desse modo, o presente estudo objetivou o levantamento bibliográfico de diferentes tipos de agitação dos irrigantes no tratamento endodôntico. A PUI tem sido sugerida como um meio para melhorar o desbridamento do canal. Já o laser tem sido utilizado por apresentar vantagens terapêuticas ao tratamento. Todas as técnicas citadas para melhorar a limpeza dos canais radiculares mostraram alguma melhora. A técnica mais empregada ainda é a agitação ultrassônica, por apresentar eficiência e praticidade no procedimento. Pôde-se concluir que a diminuição da microbiota é mais eficiente quando se utiliza uma maior concentração da solução irrigadora, independentemente da agitação final de escolha.

Ferreira CLR, Anacleto FN, Santos CHSD, Vieira AD, Vance R. Use of ultrasound and laser in root canal decontamination: literature review. Dental Press Endod. 2017 Sept-Dec;7(3):27-33. DOI: https://doi.org/10.14436/2358-2545.7.3.027-033.lit